link_home
TvZero
CEGUINHAS ARTISTAS VÃO RECEBER MEDALHA EM CAMPINA GRANDE

O vereador Romero Rodrigues, presidente da câmara municipal de Campina Grande, apresentou Projeto de Resolução no Poder Legislativo propondo a Concessão de medalha de Honra ao Mérito Municipal às irmãs Regina, Maria e Francisca da Conceição Barbosa, popularmente conhecidas como “As Ceguinhas de Campina Grande”. Segundo Rodrigues, a cultura nordestina é rica em traços marcantes, e por isso, o reconhecimento às irmãs Barbosa com a entrega dessa honraria.

Regina Barbosa nasceu em 1940 e é mais conhecida como “Poroca”. Já Maria Barbosa, nascida em 1944, também é mais conhecida como “Maroca” ou “Lia”. Nascida em 1950, Francisca da Conceição Barbosa, da mesma maneira é conhecida por outros dois nomes: “Indaiá” ou “Gueião”. Às três são cegas de nascença e passaram a infância e juventude cantando nas feiras do interior dos estados de Pernambuco, Ceará, Rio grande do Norte, Alagoas e Paraíba.

Em meados dos anos 70, elas passaram a viver em Campina Grande em companhia da mãe e de outros 14 parentes e agregados, a quem sustentam com as ofertas em dinheiro que conseguem cantando no centro da cidade. O repertório das irmãs inclui vários ritmos nordestinos e canções, mas a especialidade das “ceguinhas” é o coco de embolada, interpretado com os tradicionais ganzás.

As irmãs foram homenageadas participando do longa-metragem no 15º Cine Ceará, um dos principais festivais de cinema do Brasil. O filme tem o nome “A pessoa é para o que nasce”, do diretor Roberto Berliner. , 19 de Julho de 2005